Regimento de Infantaria nº 2

RI 2

ARMORIAL: JOSÉ DE CAMPOS E SOUSA
ILUMINURA: 
Publicação das Armas:  “Portaria”, 1972, Julho, 27 in OE, 1972, 1.ª série, n.º 7, pp. 416-417
Obs: As Armas foram ordenadas e publicadas em OE sem a condecoração, colar de oficial da Ordem Militar da Torre e Espada, que surge representada nesta iluminura.

ARMAS:
Escudo de vermelho, uma cruz florenciada de prata, vazia do campo.
Elmo militar de prata, forrado de vermelho, a três quartos para a dextra.
Correia de vermelho perfilada de ouro.
Paquife e virol de vermelho e de prata.
Timbre: duas asas de águia de prata e entre elas uma besta armada de ouro.
Condecorações: Circundando o Escudo a partir dos seus cantos o Colar de Comendador da Ordem da Torre e Espada, do Valor Lealdade e Mérito.
Divisa: num listel de prata, ondulado, sotoposto ao escudo, em letras de negro, maiúsculas, estilo elzevir:
“EXCELENTE E VALOROSO”

SIMBOLOGIA:
As Armas são as da família Pereira, a que pertencia o glorioso Condestável D. Nuno Álvares Pereira, que de Abrantes se encaminhou para Aljubarrota.
Constituem uma homenagem à mesma família.
As ASAS são as do Timbre da referida família.
A BESTA, antepassada da espingarda alude à Arma de Infantaria

SIGNIFICADO DOS ESMALTES:
OURO: metal nobre por excelência, significa nobreza e pureza
PRATA: eloquência e lealdade
VERMELHO: ardor bélico e força

ri 2

REGIMENTO DE INFANTARIA DE ABRANTES  – (1969)

ARTIGO EM CONSTRUÇÃO