Escola de Tropas Aerotransportadas

ETAT

ARMORIAL: JOSÉ MANUEL PEDROSO DA SILVA
ILUMINURA: JOSÉ ESTEVÉNS COLAÇO
Aprovação: Despacho nº 34/96 de 29 de Janeiro de 1996
Publicação das Armas: Ordem do Exército nº 02/1996 (1ª série) – pp. 21-23
NOTA: As Armas Originalmente ordenadas para a ESCOLA DE TROPAS AEROTRANSPORTADAS (ETAT), são as mesmas da ESCOLA DE TROPAS PÁRA-QUEDISTAS (ETP) designação que recebeu em 2006 aquando da Extinção do CTAT e da BAI
Pelo Decreto Regulamentar n.º 11/2015) A ETP passa a designar-se por: REGIMENTO DE PARAQUEDISTAS (RPARA)
Mantém as mesmas Armas – In: OE nº 07/2015 de 31 de Julho de 2015

ARMAS:
ESCUDO: de azul, um círculo canelado de prata carregado de um facho de negro aceso de vermelho.
ELMO: militar de prata, forrado de vermelho, a três quartos para a dextra.
Correia de vermelho, perfilada de ouro.
PAQUIFE E VIROL: de azul e de prata.
TIMBRE: um grifo de vermelho, segurando na garra dianteira dextra uma adaga do mesmo. CONDECORAÇÃO: suspensa do escudo, a Medalha de Ouro de Serviços Distintos.
DIVISA: Num listel de prata, ondulado, sotoposto ao escudo, em letras de negro, maiúsculas de estilo elzevir:
“QVE NVNCA POR VENCIDOS SE CONHEÇAM”

SIMBOLOGIA:
O AZUL do campo representa o espaço tridimensional que a Escola ensina a dominar.
O CÍRCULO CANELADO, lembra um pára-quedas aberto e especifica a qualificação básica dos militares da ETAT.
O FACHO representa a generosidade de ânimo posto na instrução, iluminando com a sua chama os caminhos da sabedoria. Alude ao carácter didáctico da Unidade.
O GRIFO, animal fabuloso que reúne as qualidades da águia e do leão – domínio do espaço e da bravura respectivamente, sublinha a vocação aeroterrestre da Escola.
A ADAGA, símbolo da condição militar, materializa a bravura e as capacidades individuais que garantem ao conjunto, o poderio necessário ao estabelecimento e manutenção da justiça e da paz. É representada com a lâmina voltada para baixo, pronta a desferir o golpe que irá aniquilar o inimigo.
A DIVISA “QVE NVNCA POR VENCIDOS SE CONHEÇAM” (Lus. VII-71), exprime, mais que um desejo, uma certeza, de que todo o espírito e mística das tropas aerotransportadas, transmitidos através da instrução, são a garantia do cabal cumprimento das missões atribuídas e da determinação posta na sua execução

SIGNIFICADO DOS ESMALTES:
A PRATA, a riqueza do historial e a pureza dos meios e objectivos
O VERMELHO, a energia criadora e a audácia na acção
O AZUL, o zelo no cumprimento das missões e a lealdade nas acções de formação
O NEGRO, a sabedoria dos que ensinam e a humildade dos que aprendem


10365718_10203061048921644_3441670528535158824_n

O Actual REGIMENTO DE PARAQUEDISTAS teve várias Designações:

Batalhão de Caçadores Pára-quedistas
Regimento de Caçadores Pára-quedistas
Base Escola de Tropas Pára-quedistas
Escola de Tropas Aerotransportadas
Escola de Tropas Pára-quedistas
2015 – Regimento de Paraquedistas

Em Construção

A nova Lei Orgânica do Exército (Decreto-Lei nº61/2006, de 21 Março de 2006) extingue o Comando das Tropas Aerotransportadas (CTAT), como comando de natureza territorial do Exército, e a Brigada Aerotransportada Independente (BAI). É criada uma nova Brigada de Reacção Rápida (BRR), que irá incluir os Batalhões de Infantaria Pára-quedistas, Tropas Comandos e de Operações Especiais. A BRR é uma das componentes da nova Força Operacional Permanente do Exército (FOPE).
A ETAT é renomeada Escola de Tropas Pára-Quedistas (ETP)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s