Regimento de Cavalaria 3

RC3

REGIMENTO DE CAVALARIA DE ESTREMOZ
Armorial: Jorge Guerreiro Vicente

Publicação das Armas: “Portaria”, 1980, Dezembro, 3 in OE, 1981, 1.ª série, n.º 4, pp. 181-183.

ARMAS:
ESCUDO: De azul, dois dragões adossados de prata, lampassados, sacados e armados de vermelho, segurando nas garras dianteiras dextra e sinistra, respectivamente uma espada antiga de prata, ponta embutida de prata com alerião invertido de negro.
ELMO: Militar de prata, forrado de vermelho a três quartos para a dextra.
CORREIA: De vermelho perfilada de oiro.
PAQUIFE E VIROL: De azul e de prata.
TIMBRE: Uma cruz florenciada de verde, entre duas asas de dragão de prata armadas de vermelho.
CONDECORAÇÕES: Pendente do escudo a medalha de Prata de Valor Militar.
DIVISA:  Num listel de branco, ondulado sotoposto ao escudo, em letras negras maiúsculas, de estilo elzevir:
“CONDUTA BRILHANTE NA GUERRA”.
SIMBOLOGIA E ALUSÃO DAS PEÇAS:
Os DRAGÕES, adossados em sinal de unidade e camaradagem, aludem ao calor e ímpeto com que os corpos de cavalaria, espadas nuas, se lançavam sobre as posições inimigas em cargas de epopeia.
O ALEIRIÃO – águia despojada de bico e de garras – em queda, recorda as “águias” napoleónicas que tropas do Regimento obrigaram a morder o chão, vergadas na derrota.
As ASAS de dragão do timbre definem a Arma da Unidade, enquanto a CRUZ DE AVIS, localizando-a regionalmente, perpetua a velha Cavalaria de ALÉM-TEJO.
A PRATA simboliza a humildade com que a firmeza – O NEGRO – e a bravura – O VERMELHO – firmavam a esperança – O VERDE – de vitória, que ao longo da história cimentaram a fama – O AZUL – da sua brilhante actuação na guerra.OS ESMALTES SIGNIFICAM
A Prata: Humildade.
O Vermelho: Bravura.
O Azul: Fama.
O Verde: Esperança.
O Negro: Firmeza.

REGIMENTO DE CAVALARIA DE ESTREMOZ

rc 3

RC3O Regimento de Cavalaria de Estremoz (RCE) teve origem em 1762, no Regimento de Cavalaria Ligeira de Castelo Branco. Três anos mais tarde o Regimento foi transferido para Torres Novas. Em 1767, foi transferido para Penamacor, e em 1788, para Santarém, onde mudou de designação para Regimento de Cavalaria de Santarém.
Recebeu a designação de Regimento de Cavalaria nº 10 (RC 10) em 1806 e em 1814, transferiu-se para Torres Novas para, dois anos mais tarde voltar à cidade escalabitana. Em 1834, mudou novamente de designação para Regimento de Cavalaria nº 3 (RC 3); em 1835 foi transferido para Castelo Branco e em 1840, para Elvas, data que marcou a sua passagem definitiva para o Alentejo.
Assim em 1863 foi transferido para Vila Viçosa e em 1896 para Estremoz. Em 1901, mudou a sua designação para Regimento nº 3 de Cavalaria do Rei Eduardo VII de Inglaterra, designação devida à visita que o monarca britânico realizou ao nosso país. Em 1911, voltou a designar-se RC.
O Regimento toma parte activa no 25 de Abril de 1974 e no 25 de Novembro de 1975. Com a extinção do Regimento de Lanceiros Nº1 de Elvas e o Regimento de Cavalaria Nº 8 de Castelo Branco, em Abril de 1975, o Regimento de Cavalaria Nº 3 herda as tradições e património dos Regimentos extintos. Em 1 de Abril de 1975 passa a designar-se Regimento de Cavalaria de Estremoz.

Fotografia: http://100diasdebicicletaemportugal.blogspot.pt/2010/06/dia-27-estremoz.html
Fotografia:
http://100diasdebicicletaemportugal.blogspot.pt/2010/06/dia-27-estremoz.html

O RCE integra as tradições militares das seguintes unidades:
– Regimento de Cavalaria nº 5 (RC 5), criado em 1834 em Évora e integrado em 1939
– RC 10, criado em 1901 em Vila Viçosa e integrado em 1927

o RCE é herdeiro das tradições Militares do RC3, com origem no Regimento de Dragões de Santarém – 1738 em Santarém e extinto em 1834 em Elvas.

É fiel depositáriondas tradições militares das Seguintes Unidades:
– Regimento de Cavalaria nº 2 (RC 2), com origem no Regimento de Cavalaria de Moura -1754 em Moura, extinto em 1834 em Vila Viçosa
– Regimento de Cavalaria nº 8 (RC 8), com origem no Regimento de Cavalaria de Elvas – 1754 em Elvas, extinto em 1834 em Campo Maior.
– RC 5, com origem no Regimento de Dragões de Évora – 1736 em Évora extinto em 1834.
– Regimento de Lanceiros nº 1 (RL 1), com origem no regimento de Cavalaria nº 1 – 1834 em Lisboa, extinto em 1975 em Elvas.

Das unidades antecessoras com ligação a este Regimento, destacaram-se:
– O Regimento de Cavalaria Ligeira de Castelo Branco, que participou na Campanha de 1762 conjuntamente com o RC Moura, o RC Elvas eo Regimento de Dragões de Évora, sob o comando do Marechal-General do Exército Português o Conde Guilherme de Schaumburg-Lippe.
– Os RC 3, RC 5 e RC 8, que constituindo uma brigada, participaram em 1810, na batalha de Fuentes de Campos, durante a 3ª Invasão francesa a Portugal
Em 1993, com a ultima reorganização do Exército, ao RC3 é atríbuida com encargo o ERec/BAI.
Em 15 de Setembro de 1998, por ocasião das comemorações do 291º Aniversário do Regimento de Cavalaria Nº 3, o Estandarte do Regimento é condecorado com a Medalha de Ouro de Serviços Distintos.
Em Agosto de 1999 o Esquadrão de Reconhecimento (ERec) integra o Agrupamento Bravo/BAI em missão no Kosovo e com regresso em Fevereiro de 2000.

Fotografia: http://rc3operacionais.blogspot.pt/search?updated-min=2010-01-01T00:00:00Z&updated-max=2011-01-01T00:00:00Z&max-results=50
Fotografia:
http://rc3operacionais.blogspot.pt/search?updated-min=2010-01-01T00:00:00Z&updated-max=2011-01-01T00:00:00Z&max-results=50
Guarda de Honra com o Marechal Spínola a presidir às cerimónias
Guarda de Honra com o Marechal Spínola a presidir às cerimónias
306º Aniversário do Regimento de Cavalaria 3 Fotografia: Digital Point https://www.facebook.com/digitalpointpt
306º Aniversário do Regimento de Cavalaria 3
Fotografia: Digital Point
https://www.facebook.com/digitalpointpt
Mural em Azulejo, exposto na porta de Armas do Regimento de Cavalaria de Estremoz
Mural em Azulejo, exposto na porta de Armas do Regimento de Cavalaria de Estremoz
306º Aniversário do Regimento de Cavalaria 3 Fotografia: Digital Point https://www.facebook.com/digitalpointpt
306º Aniversário do Regimento de Cavalaria 3
Fotografia: Digital Point
https://www.facebook.com/digitalpointpt
306º Aniversário do Regimento de Cavalaria 3 Fotografia: Digital Point https://www.facebook.com/digitalpointpt
306º Aniversário do Regimento de Cavalaria 3
Fotografia: Digital Point
https://www.facebook.com/digitalpointpt
LINKS ÚTEIS:
Página Oficial
5 de Cavalaria
Anúncios

3 pensamentos sobre “Regimento de Cavalaria 3

    • estive em estremoz no batalhao de cavalaria 1927 67/69 embarcamos para angola 14 novembro 67 destino a nambuangongo fui ferido em campanha a 10:de novembro 69 na qual vim evaquado para o hospital da estrelá sou dfa fui medalhado com a medalha de feridos em campanha 3 medalha de merito no qual tenho o direito a promoçao por feitos na guerra colonial

      Gostar

      • O meu regimento de cavalaria 3 estremoiz carlos alberto dos santos sobral n mec 08331467 emcorporado no batalhao de cavalaria 1927 1967 embarcamos para angola destino nambuangongo no qual estive dois anos 16 nambuangongo 6 meses calomboloca pois fui ferido em campanha e tenho averbado na minha caderneta militar a medalha de merito militar a qual desde á 50 anos ainda nao a recebi venho por este meio reclamar a mesma obrigado.

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s